APARIÇÕES DE JACAREI 26 ANOS DE GRAÇAS

APARIÇÕES DE JACAREI 26 ANOS DE GRAÇAS
APARIÇÕES DE JACAREI 25 ANOS DE GRAÇAS

terça-feira, 27 de março de 2018

A OBEDIÊNCIA COMPLETA - SANTO AFONSO


Obediência completa

15. Qual é o meio mais seguro para saber e aceitar em nossas ações o que Deus quer de nós?

 Não há meio mais seguro e mais certo do que obedecer aos nossos superiores e diretores.

- “Vale mais a obediência do que o sacrifício” Eclo 4,17. Agrada mais a Deus a imolação que fazemos de nossa vontade, sujeitando-a a obediência, do que todos os outros sacrifícios que possamos lhe oferecer. Nas outras coisas, nas esmolas, nas abstinências, mortificações e semelhantes, damos a Deus as nossas coisas, mas dando-lhe a nossa vontade, é a nós mesmos que damos. Oferecendo-lhe os nossos bens, nossas mortificações, damos-lhe uma parte; entregando-lhe nossa vontade, entregamos-lhe tudo. Por isso, quando dizemos a Deus: ”Senhor, fazei-me compreender pela obediência o que desejais de mim, quero fazer tudo”, nada mais temos a lhe oferecer.

16. Quem se sujeitou a obediência, deve desapegar-se da própria opinião. Diz S.Francisco Sales que cada um de nós tem suas próprias opiniões e isso não se opõe a virtude. O que se opõe a virtude é o apego que temos as nossas opiniões.

- Infelizmente este apego é a coisa mais custosa de deixar. Por isso há tão poucas pessoas que se dão a Deus, pois, são poucas que se sujeitam em tudo a obediência. Existe gente tão agarrada a própria vontade que ao lhe ser ordenada alguma coisa, mesmo sendo de seu gosto, pelo fato de a ter de realizar por obediência, perdem a vontade de a executar.

- Os santos não são assim. Eles encontram a tranquilidade nas ações mandadas pela obediência.

- S.Joana Chantal certa vez permitiu as suas monjas que fizessem naquele dia o que mais desejassem. A tarde, elas foram pedir-lhe insistentemente que nunca mais lhes desse tal licença, porque nunca tinham passado um dia tão cheio de tédio como aquele em que estavam desligadas da obediência.

17. É um erro pensar em outra ação melhor do que a mandada pela obediência.

- S.Francisco Sales: “Deixar uma ocupação mandada pela obediência para nos unir a Deus pela oração, pela leitura ou recolhimento, seria afastar-se de Deus para nos unir ao nosso amor próprio.”

- S.Tereza: “Quem faz alguma coisa, mesmo sendo alguma coisa espiritual, mas contra a obediência, age certamente por instigação do demônio e não por inspiração de Deus, como talvez pense; porque as inspirações de Deus estão unidas a obediência... Deus não quer outra coisa de uma alma que está resolvida a amá-lo, senão que obedeça.”

- Pe Rodrigues: “Vale mais uma ação feita por obediência do que qualquer outra coisa que possamos imaginar. Vale mais levantar uma palha do chão por obediência, do que uma longa oração e uma disciplina sangrenta feita por nosso próprio arbítrio”

- S.Maia Madalena Pazi dizia preferir um trabalho por obediência do que a própria oração. Com a obediência estou segura de fazer a vontade de Deus, ao passo que não estou segura dedicando-me a qualquer outra ocupação.

A SANTA OBEDIÊNCIA


Conforme ensinam os mestres da vida espiritual, é melhor deixar algum ato de piedade por obediência, do que fazê-lo sem obediência.

- S.Brigida afirma que alguém deixando por obediência uma mortificação, lucra duplamente: alcança o mérito da mortificação que desejava fazer e o mérito da obediência pela qual a deixou.

- Um dia o Padre Francisco Árias foi visitar o amigo São João de Ávila e achou-o pensativo e triste. Perguntando-lhe a razão, S.João, respondeu:

“Felizes de vós, que viveis sob a obediência e estais seguros de fazer o que Deus quer. Quanto a mim, quem me garante ser mais agradável a Deus percorrer as aldeias ensinando os pobres camponeses, do que ficar parado num confessionário atendendo os que chegam? Quem vive sob a obediência tem a certeza de que tudo o que faz para obedecer é conforme a vontade de Deus, e é aquilo que mais agrada a ele” Sirva isso de consolação a todos que vivem sob a obediência.

Obediência completa

            18. Para que a obediência seja perfeita, é preciso que haja nela a vontade e o discernimento. Obedecer com a vontade é obedecer espontaneamente e não a força, como fazem os escravos. Obedecer com discernimento é conformar nosso juízo com o do superior sem discutir o que nos manda nem como no-lo manda.

- S.Maria Madalena Pazzi: “A perfeita obediência exige uma alma sem juízo próprio”

- S.Felipe Neri: Para obedecer bem, não basta fazer só o que se manda; é preciso fazê-lo sem controvérsia, tendo por certo que a coisa mandada para nós é a mais perfeita que podemos fazer, ainda que o contrário fosse melhor diante de Deus.

 19. O que dissemos vale não só para os religiosos, mas também para os leigos na obediência a seus diretores espirituais. Devem pedir a eles as orientações a que se devem sujeitar nas realizações, tanto espirituais como temporais. Assim estão sempre seguros de fazer o que é melhor.

- S.Felipe Neri: “Os que desejam avançar no caminho de Deus, sujeitem-se a um sábio confessor e obedeçam-lhe como a Deus.  Quem assim faz, fica seguro de não prestar contas a Deus das ações que faz... devemos confiar no confessor, pois o Senhor não deixaria errar. Não há coisa mais segura para escapar dos lações do demônio, do que fazer a vontade alheia nas coisas boas. Não há coisa mais perigosa do que querer se dirigir pelo próprio parecer.”

- S.Francisco Sales falando da direção espiritual diz que “Este é o conselho dos conselhos. Por mais que procureis, jamais será encontrada a vontade de Deus tão seguramente como pelo caminho dessa humilde obediência, tão recomendada e praticada por todas as pessoas piedosas do passado”

-S.João Cruz: “Não se contentar com o que diz o confessor é orgulho e falta de fé”

            Entre os ensinamentos de S.Francisco de Sales, existem dois que consolam muito as pessoas escrupulosas:

1º.    Nunca se perdeu um verdadeiro obediente;

2º.    Devemos nos contentar em saber do diretor espiritual que andamos bem, sem nos preocupar em saber como.

- O escrupuloso é obrigado gravemente, a agir contra seus escrúpulos, quando há motivo de temer um dano grave para a alma ou para o corpo. Por isso, os escrupulosos devem ter maior escrúpulo de não obedecer ao seu confessor do que em ir contra  próprio escrúpulo.

- Eis o resumo de nossa salvação e perfeição:

1º.    Renunciarmos a nós mesmos;

2º.    Seguir a vontade de Deus;

3º.    Pedir-lhe sempre que nos dê a força para cumprir uma e outra coisa.

Oração

“Fora de vós, o que há para mim no céu? Se vos possuo, nada mais me atrai na terra... A rocha de meu coração e minha herança eterna é Deus”

- Redentor meu, digno de ser amado infinitamente, descestes do céu para vos dar todo a mim. A quem devo procurar na terra ou no céu senão a vós, o maior bem, o único bem de ser amado?

- Sede, portanto, o único Senhor de meu coração, apossai-vos dele. Que a minha alma só a vós ame, a vós obedeça, a vós procure agradar.

- Gozem os outros das riquezas do mundo; eu quero só a vós.

- Sois e sereias a minha riqueza nesta vida e na eternidade.

A Prática de amor a Jesus Cristo - Santo Afonso Maria de Ligorio

quinta-feira, 22 de março de 2018

PROGRAMA AO VIVO COM MARCOS TADEU


OUÇA MAIS UM PROGRAMA AO VIVO AGORA COM O VIDENTE MARCOS TADEU NA RÁDIO MENSAGEIRA DA PAZ!!!

CLIC NO LINK ABAIXO PARA OUVIR:












 VULTO DE NOSSA SENHORA REFLETIDO NOS OLHOS DO VIDENTE MARCOS TADEU NUMA APARIÇÃO DO ANO 2018

SITE MENSAGEIRA DA PAZ




ACESSE O SITE MENSAGEIRA DA PAZ E CONHEÇA TUDO SOBRE AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ E TODO O CÉU EM JACAREÍ.

CLIC NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR:


segunda-feira, 19 de março de 2018

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA À IRMÃ AMÁLIA

Escreveu a Irmã Amália em 14 de Dezembro de 1930:

   Mãe amadíssima, como agora conheço vosso coração. Hoje, outra vez, Abatida e acabrunhada pela dor, voltei cheia de confiança aos vossos pés, para implorar-vos misericórdia e força. A fim de carregar com alegria a cruz, com a qual vosso Santíssimo Filho, se dignou mimosear-me. Venho aqui para adquirir força ó Mãe querida, Não para sair consolada. Ah! Isto Não, O que vos suplico ardentemente é o dom da fortaleza, para sempre triunfar.

Respondeu-lhe então, a Senhora das Lágrimas:

   Minha filha, ouvi teus gemidos; eis-me aqui a teu lado, pronta para te ajudar a carregar a cruz, que o bom Deus, se dignou enviar-te. Pobre filha, Como é dolorosa a Cruz do abandono! Jesus está aparentemente escondido, para que o sofrimento seja mais amargo, mas não temas, pois tens uma mãe dedicada, que jamais te abandonará.
   Vem comigo, Vem comigo ao Gethsêmani. Que te vou mostrar o quando meu divino filho sofreu! Pobre filho, Ele nem ao menos tinha sua Mãe para o consolar, e tu me tens Amada Filha. Vamos meditar juntas as angústias de Jesus, e aí terás forças para suportares as tuas, porque os sofrimentos de Jesus, dão alento à alma abatida pelas penas, de um abandono cruel. Sentemo-nos aqui, onde o amado de nossas almas, com tanta abundância suou sangue, regando com ele a terra.
   Minha Filha, quando meu Filho adorado viu seu Pai do céu ultrajado, sua alma de filho extremoso encheu-se de uma tristeza de morte! Começou então a sua angústia, começou a sua oração, pedindo aos céus que comparecesse dos filhos desvairados, e ai fez-se o Oferecimento.
   Mas logo, outro quadro terrível lhe veio encher novamente a alma de uma angustia mortal. Viu ele, Amada Filha, que sua imolação não ia ser aproveitada por muitos. Oh! Que dor lhe transpassou a alma, disse-me um dia Jesus: “- Ó Mãe Querida, à dor que me feriu na hora em que vi que muitos de meus filhos não iam aproveitar de minha imolação, foi tal, foi tal que teria ocasionado a morte a todos os viventes da terra, Se esta lhes fosse transferida. Foi tão grande esta tristeza, que me fez suar copiossísimo sangue.”
   São estas, Amada filha, as palavras de Jesus, quando me falou de sua agonia no Gethsêmani.
   Amada Filha, paremos um pouco aqui, Não és tu missionária, que desejas dar almas a Jesus? Vê quantas almas há salvar, entretanto, por desgraça um número limitado ama verdadeiramente a Jesus, Jesus sofreu morreu de morte tão cruel, e os homens continuam a sua vertiginosa carreira no pecado.
    É preciso que a Paixão Do Filho Amado Continue nos seus membros, que sois vós, almas escolhidas pelo Deus das Misericórdias, para padecerdes nos vossos membros, no vosso coração e principalmente na vossa alma, sofrendo abandono e angústias à imitação do Filho Amado, e de vossa Dolorosíssima Mãe!
   Filha Amada, não te dá isto coragem, Lembrando-te o quanto Teu Jesus sofreu por ti, e por todos os pecadores? Sim! A lembrança dos sofrimentos de meu Dileto Filho, tem feito exclamar a muitas almas eleitas: “- Sofrer, Sofrer apenas, sem nenhum Consolo!”
   Oh! O exílio é tão curto, e dia virá em que me hás de dizer: “-Ó Mãe querida, que pouco sofri, para tanto gozar.”
   Filha, lembra-te que Sou tua mãe! Vem sempre a mim com confiança de filha, que Eu te consolarei. Mostrando-te o quanto o Dileto Jesus sofreu, e daqui sairás fortificada para carregar a cruz, que o bom Deus se dignou mosear-te. Filha, vou te deixar apenas com este pensamento, grava-o bem na tua alma:
“Sou de Jesus e de Maria, e é pela sua Glória que me fiz missionária.”